"Backgrounds Etc."

"Primeiras Letras em Angola"
Biografias de Mestres

Página 1 de 1

Josefa Maria Rogeiro, ou simplesmente Josefa Rogeiro, foi uma das professoras de meninas que deixou nome em Luanda, pois ficou ligado, por diversos títulos, à obra da difusão cultural, em Angola. Manteve uma escola particular, na Travessa da Sé, como referimos já noutro trabalho.

Queremos dizer, antes de prosseguir, que nos causa certa impressão a semelhança deste nome com o de outro professor que bastante se distingiu, Nicolau Rogeiro, indígena de Angola. Não sabemos se se tratava de pessoa da mesma família, o eu é muito provável, até porque são contemporâneos, entregando-se ambos, com relativo interesse e dedicação, ao ensino das crianças.

No dia 1 de Outubro de 1868, Josefa Maria Rogeiro foi nomeada mestra de meninas para a cidade de Luanda, devendo ocupar interinamente o lugar. Tendo regressado do reino a titular da escola, Maria José Pinheiro Falcão de Miranda, a professora Josefa Rogeiro foi exonerada do cargo, em 11 de Fevereiro de 1869.

Voltamos ainda a ter notícia desta senhora, como professora do ensino particular, em 9 de Setembro de 1880, ao anunciar que pretendia abrir um colégio para a educação de meninas, onde ensinaria leitura e escrita, doutrina cristã, costura e bordados – as chamadas “prendas próprias do sexo feminino”. Pouco depois, em 9 de Maio de 1881, Josefa Rogeiro anunciava que mantinha o seu colégio na Rua do Quibando (ou talvez Travessa do Quibando), que segundo dedução nossa ficava na parte baixa da cidade.

[ Encontro com a Escrita ] [ Página Principal ] [ Biografia de Mestres - Principal ] [ Primeiras Letras em Angola - Principal ]