"Backgrounds Etc."

"Primeiras Letras em Angola"
Biografias de Mestres

Página 1 de 1

José Inácio dos Reis foi o primeiro professor nomeado para exercer o cargo do magistério em Moçâmedes. Em 25 de Julho de 1849, o governador-geral de Angola, Adrião Acácio da Silveira Pinto, observou, na visita feita a esta localidade – para onde partira no dia 25 de Junho, embarcado no brigue-escuna “Voador”, e de onde regressou a 14 de Agosto – que não existia ali um mestre de primeiras letras. Atendendo ao facto de residirem ali bastantes crianças e jovens filhos de europeus, foi mandado examinar, pelo major José Herculano Ferreira da Horta, o sargento José Inácio dos Reis, da Companhia de Infantaria de Benguela, quanto à sua capacidade e aptidão para o ensino. Reconheceu-se nesse exame que a sua preparação literária era satisfatória, ainda que não possuísse todos os conhecimentos que seriam exigíveis a quem tinha de se encarregar do ensino. Tendo em consideração a grande dificuldade que havia em se encontrar outro indivíduo em melhores condições, e atendendo à premente necessidade de providenciar a tal respeito, o primeiro-sargento José Inácio dos Reis foi nomeado professor. Auferia a gratificação mensal de 5$000, além do vencimento ou soldo correspondente ao seu posto no Exército. Deveria dar duas horas de aula de manhã, e duas horas de tarde, não ficando por isso dispensado do serviço castrense...

Não sabemos com poderia conjugar as obrigações escolares, de quatro horas diárias, com as que estavam inerentes à sua posição militar.

O diploma da nomeação foi assinado pelo governador-geral durante a sua curta estada em Moçâmedes. O mapa escolar, referente a Moçâmedes e ao mês de Outubro desse ano, era já assinado por este agente do ensino, de quem nada mais sabemos.

O seu nome apareceu-nos também sob a forma de Inácio José dos Reis, que é, evidentemente, um erro de traslado.

[ Encontro com a Escrita ] [ Página Principal ] [ Biografia de Mestres - Principal ] [ Primeiras Letras em Angola - Principal ]